Recentemente revi dois filmes que marcaram minha infância e que eu já não assistia fazia uma porrada de tempo: A História Sem Fim e Krull. 


Resolvi então listar aqui, nesse espaço humilde, os meus filmes favoritos de temática fantástica dos anos 80, que marcaram presença nas sessões de filmes da Globo e SBT até meados da década de 90. Vambora:

10. Labirinto

 A guria Jennifer Connely precisa encontrar o irmão, sequestrado pelo rei globin, vivido por David Bowie. Bonecos do Jim Henson e, claro, uma trilha sensacional com o camaleão.

9. Willow - Na Terra da Magia

Cara, faz muito tempo que não vejo Willow, mas me lembro de curtir bastante quando moleque. Tem o anão sensação daquele momento (Warwick Davis), Val Kilmer  e a bela Joanne Whalley (que foi casada com o Kilmer e depois estrelaria o ótimo Escândalo).

8. Fúria de Titãs 

Esqueçam a bosta da refilmagem e sua continuação. Fúria de Titãs que vale é este com efeitos de Ray Harryhausen, Laurence Olivier de Zeus e a gracinha Judi Bowker como Andromeda, que tinha importância aqui. Opa, não posso esquecer da coruja mecânica.

7. O Feitiço de Aquila

Richard Donner dirigiu alguns dos melhores filmes dos anos 80. Rutger Hauer está foda como o capitão Navarre, Michelle Pfeiffer está linda como sempre e Matthew Broderick, um ano antes de viver o Ferris Bueller, está impagável na pele do ladrãozinho Gaston, vulgo O Rato.

6. Krull

Apesar de alguns efeitos bem datados, Krull continua foda. Trilha bacana, vilões maneiraços e alguma violência fazem deste aqui ainda uma diversão das boas. Eu costumava imitar o som que os soldados do mau faziam quando eram destruídos, huahuahua.

5. A História Sem Fim 

Dirigido por Wolfgang Petersen, esse filme continua bem legal e tem um final bacana demais, além de uma ótima trilha e dois personagens fantásticos que seriam copiados um ano depois pelos japoneses na série do Jaspion. Evitei e continuo evitando assistir suas duas continuações.

4. A Lenda

Filmaço de fantasia do Ridley Scott, que caprichou visualmente na obra. Tem tudo que pede o gênero (anões, duendes , fadas, unicórnios…). O destaque maior fica por conta de Tim Curry como o capetão que quer traçar a linda Mia Sara e ilustrou depois várias propagandas da igreja do Bispo Martelo, huahuahua.

3. Highlander - O Guerreiro Imortal

“Só pode haver 1″. Isso é bem verdadeiro em se tratando de Highlander. Depois veio a bosta do Highlander 2 que transformava os imortais em alienígenas. Tentaram consertar com Highlander 3, mas, vocês sabem, a emenda soa pior que o soneto.

2. Excalibur

Melhor filme sobre a lenda do rei Arthur. Cenas de batalha fabulosas, Carmina Burana ajudando no tom épico. Elenco muito bom, com Patrick Stewart e  Liam Neeson antes da fama, e Helen Mirren irresistível como Morgana.

1. Conan, O Bárbaro

Eu gosto pra caramba deste filme. Podem falar mal do Schwarza monossilábico, mas, mesmo com suas expressões mínimas, ele convence muito mais no papel do cimério do que o merda do Jason Momoa. O vilão Tulsa Doom, vivido por James Earl Jones, é foda e o lance da expansão da seita religiosa é genial. A violência é natural, inerente a trama e não patética e exagerada como no remake. O visual é como folhear A Espada Selvagem de Conan e as belas mulheres marcam presença. Não posso esquecer da trilha fodástica de Basil Poledouris. Conan, O Destruidor é bem inferior ao original, mas ainda é melhor que o remake… Tá não é difícil. Até o Guerreiros de Fogo, com Brigitte Nielsen de Red Sonja, é melhor que aquela bosta fumegante.

Menção café com leite: Caravana da Coragem

E os Ewoks ganham um filme para chamar de seu, pra alegria de quem adorou a participação dos ursinhos em O Retorno de Jedi.  

Me lembro que gostava de assistir essa bagaça… melhor deixar na lembrança…bem vaga.

Espalhe:

Marc Tinoco

Post A Comment:

0 comments so far,add yours