Como vocês já devem saber, Lá no TikTok e também no Youtube, temos nossa sessão de recomendações de filmes. Essa é a compilação dos episódios mais recentes:


A descarada (1956)


A Noite dos Desesperados (1969)


 

Invasores de Corpos (1993)


 

A Prisioneira do Cáucaso (1967)


 

A Jornada (2019)


 

O Segundo Rosto (1966)



Siga a gente:
e no TikTok

Follow Cultura Pop A Rigor on Feedio

Na playlist de hoje tem: Mitski, Meg Myers feat. All The Danm Vampires, Solar, Lauren Jauregui, Tears For Fears, Orla Gartland, Mothica, Jesy Nelson feat Nicki Minaj, Red Velvet, Kyle Minogue feat.Years & Years, St. Paul & The Broken Bones, Måneskin, Coin, Andrew Garfield feat. Joshua Henry e Vanessa Hudgens, Deep Purple e Poppy



Siga o CPR no Spotify:

Follow Cultura Pop A Rigor on Feedio

Online e gratuito, Cabíria Festival – Mulheres & Audiovisual começa nesta quarta, dia 6, com filmes, oficinas, painel, debates, estudos de caso, masterclass e homenagem a cineasta Lucia Murat

Que bom te ver viva, de  Lucia Murat

Começa nesta quarta, dia 6, e vai até dia 17, a terceira edição do Cabíria Festival – Mulheres & Audiovisual, evento dedicado à produção realizada por mulheres para promover maior representatividade e diversidade nas telas e atrás das câmeras. Nesta terceira edição, a homenageada é a cineasta Lucia Murat.

 Às 19h, através do canal Cabíria Festival no YouTube, as mestres de cerimônias Ana do Carmo, roteirista premiada com 1º lugar Longa Ficção do Prêmio Cabíria 2020, e Marília Nogueira, diretora do festival, fazem as honras no evento virtual de abertura comentando os destaques do evento, além de fazerem o aguardado anúncio das vencedoras das premiações: Cabíria Prêmio de Roteiro, Selo Elas Cabíria Telecine, Cardume e Jornada Dona de Si.  

 

Também a partir das 19h, na plataforma VIDEOCAMP, os filmes da Mostra Homenagem Lucia Murat estarão disponíveis. Basta fazer um cadastro simples e gratuito para assistir aos quatro longas: Que Bom Te Ver Viva (1989), Maré, Nossa História de Amor (2007), A Memória Que Me Contam (2013), Em Três Atos (2015).

 

A partir do dia 7, os demais filmes da mostra estarão disponíveis na plataforma VIDEOCAMP (detalhes da programação no site www.cabiria.com.br). Na plataforma MUBI, a Sessão Especial Prêmio Cabíria apresenta o longa A Mesma Parte De Um Homem, de Ana Johann (Ficção/Drama, 99’, BrasilL, 2021), com exibição apenas nos dias 7 e 8 de outubro. A produção estreou na Mostra Aurora da 24° Mostra de Tiradentes e ganhou o Prêmio Helena Ignez de destaque feminino para Ana Johann. No filme, Renata vive isolada no interior com sua filha adolescente e seu marido, compreendendo o medo como um sentimento comum. A chegada de um desconhecido desperta nela o desejo por tudo o que estava adormecido. No elenco principal estão Irandhir Santos, Clarissa Kiste e Laís Cristina.

 

Diariamente, às 12h, no Youtube e Instagram do Hysteria, a Mostra Imaginários Possíveis exibe um microfilme, a começar por “62 segundos”, de Drica Czech (Ficção, 1’11”, SP/Brasil, 2020).

 

Na quinta-feira, 7, também acontece o primeiro painel, no YouTube Cabíria Festival, às 11h com o tema "Representatividade real - Ações de impacto para um mercado mais diverso", com Debra Zimmer bman e Kendra Hodgson (Women Make Movie/USA), Josephine Bourgois (Projeto Paradiso) e Thais Scabio (APAN/Todes Play) e mediação de Andrea Cals.

Haverá tradução consecutiva, acessível em Libras

 

Ainda na quinta, às 19h, pelo YouTube Telecine é vez do Estudo de Caso: “Medusa - Parcerias criativas”, com Anita Rocha da Silveira e Vania Catani e mediação de Renata Boldrini. Através do estudo de caso do filme Medusa, selecionado para a Quinzena dos Realizadores de Cannes (2021), serão apresentadas as escolhas autorais e processo de desenvolvimento, atrelado ao desenho de produção criativa e estratégias do projeto.

 

Na sequência, nos dias 8, 9 e 10, sempre às 19h, no YouTube Cabíria Festival, acontecerão os Encontros com as Cineastas, em debates sobre os filmes com mediação de especialistas. No domingo dia 10, às 11h, também no YouTube Cabíria Festival, será realizado mais um estudo de caso “Gênero: Coming of Age - Estudo de caso do filme Casulo”, com a cineasta alemã Leonie Krippendorf, com mediação do diretor e roteirista Gil Baroni. O longa de ficção inédito “Casulo”, que teve estreia mundial na Berlinale (2020), poderá ser acessado na plataforma MUBI, somente nos dias 9 e 10/10.

 

Para acessar a mostra na plataforma Mubi basta o link mubi.com/cabiria e o código VIP: cabiriafestival.

 

O festival segue com programação intensa até o dia 17, confira os detalhes em www.cabiria.com.br

 

 


O FESTIVAL


Vinte e cinco filmes e dez microfilmes integram a programação da terceira edição do Cabíria Festival – Mulheres & Audiovisual, evento dedicado à produção realizada por mulheres para promover maior representatividade e diversidade nas telas e atrás das câmeras. Gratuito e virtual pelo segundo ano consecutivo, o festival ocorre entre 6 e 17 de outubro incluindo debates, painel, mesa, masterclass, estudos de caso e oficinas.

 

Com a proposta de promover o encontro entre público, cadeia produtiva e cineastas para provocar reflexões, ampliar redes e impulsionar talentos, o  Cabíria Festival, com o tema “Inspirar para Respirar”, traz uma programação variada de filmes e encontros com nomes de destaque no cenário audiovisual. A começar pela homenageada desta edição: a diretora Lucia Murat. Ela ganha uma mostra com quatro de seus filmes e outro em exibição especial. São eles: Que Bom Te Ver Viva (1989), Maré, Nossa História de Amor (2007), A Memória Que Me Contam (2013), Em Três Atos (2015), e Ana. Sem Título (2020), em parceria com o Telecine Play e disponível somente no dia 16. O debate com a cineasta será no encerramento do festival, no dia 17, às 19h, mediado pela jornalista e crítica de cinema Flávia Guerra, no Youtube do Telecine.

 

As 35 produções poderão ser assistidas gratuitamente em várias plataformas. Os dez microfilmes da II Mostra Imaginários Possíveis estarão nas redes da Hysteria, a produtora de conteúdo da Conspiração voltada para ampliar a inserção feminina no mercado audiovisual. Na Mubi serão exibidos três longas, A mesma parte de um homemCasulo e Documentira. Os outros longas e os 11 curtas-metragens serão exibidos nas plataformas Videocamp. Para acessar basta preencher um cadastro simples. As produções terão períodos diferentes de exibição, por isso é importante ficar atento à programação no site do festival. As demais atividades como debates, painel, mesa, estudos de caso e masterclasses estarão distribuídas entre o Youtube e o Zoom. Para conferir e acompanhar toda a programação é só clicar no site: www.cabiria.com.br

 

O evento é uma expansão do Cabíria Prêmio de Roteiro, que desde 2015 premia histórias escritas e protagonizadas por mulheres. Para esta edição, foram mais de 250 inscrições nas categorias de longa de ficção, argumento infantojuvenil de longa ficção, piloto de série de ficção e de não-ficção. As premiadas, anunciadas na abertura do evento, no dia 06 no Youtube, irão participar do Cabíria LAB, entre 25 e 29 de outubro, um ambiente de estímulo ao desenvolvimento das histórias e talentos.

 

O festival, realizado pela Laranjeiras Filmes e Ipê Rosa Produções, conta com o patrocínio da Spcine e o apoio da Embaixada da França, Goethe Institut Rio de Janeiro, Instituto Alana, Projeto Paradiso, Telecine, Videocamp, Mubi, Selo ELAS, Canal Brasil, ABRA, Globo, Imprensa Mahon, Canal Curta, entre outros

  

O Cabíria Festival - Mulheres & Audiovisual, tem foco na difusão de obras realizadas por mulheres e mobiliza uma rede de cineastas e produtores de conteúdos em geral, para somar ao debate e ações em prol à igualdade de gênero e diversidade no audiovisual. O evento é uma expansão do Cabíria Prêmio de Roteiro, que desde 2015 contribui para a visibilidade de roteiristas mulheres.


Em sua programação, gratuita, o festival promove mostra de filmes e encontros, com convidadas nacionais e internacionais, formados por debates, masterclass, estudos de caso, mesas, painéis e oficinas, além do Cabíria LAB, ambiente de desenvolvimento de roteiros e impulsionamento de talentos femininos do audiovisual.


Um grande encontro entre público, cadeia produtiva e cineastas para promover maior representatividade e diversidade nas telas e atrás das câmeras.


O festival, realizado pela Laranjeiras Filmes e Ipê Rosa Produções, conta com o patrocínio da Spcine e o apoio da Embaixada da França, Goethe Institut Rio de Janeiro, Instituto Alana, Projeto Paradiso, Telecine, Videocamp, Mubi, Selo ELAS, Canal Brasil, ABRA, Globo, Imprensa Mahon, Canal Curta, entre outros

 
Site
Instagram
Facebook
Youtube


Follow Cultura Pop A Rigor on Feedio

Podcast Conversa Fiada Matou Carambola


Nesse episódio, continuamos falando da franquia 007. Dessa vez, comentamos os filmes estrelados por Timothy Dalton e Pierce Brosnan:

  • 007 - Marcado para a Morte (The Living Daylights,1987)
  • 007 - Permissão para Matar (Licence to Kill, 1989)
  • 007 contra GoldenEye (GoldenEye,1995)
  • 007 - O Amanhã Nunca Morre (Tomorrow Never Dies, 1997)
  • 007 - O Mundo Não É o Bastante (The World Is Not Enough, 1999)
  • 007 - Um Novo Dia Para Morrer (Die Another Day, 2002)


Apple / GoogleSpotify / Amazon / StitcherBlubrryAnchorTuneIn / DeezerCastbox / SpreakerPodcast AddictYouTube / MP3 / Torrent

Participaram deste episódio

@MarcTinoco

@DriTinoco

SIGA O CPR

No Twitter @CulturaPopRigor

No Instagram @cultura_pop_a_rigor

No TIKTOK @CulturaPopRigor

Curta no Facebook

Assine o FEED

CONHEÇA NOSSA LOJA

Follow Cultura Pop A Rigor on Feedio

Na playlist desse sábado tem: Tori Amos, Saleka, Sufjan Stevens feat. Angelo De Augustine, Christine and The Queens, Jon Batiste feat. Tori Kelly, Mamamoo, IU, Blackswan, Rita Lee feat. Roberto de Carvalho e Gui Boratto, Twice, Lil Nas X feat. Doja Cat, Iggy Azalea, T.O.P feat G-Dragon, Juçara Marçal, The Rolling Stones e  Jace Everett



Siga o CPR no Spotify:

Follow Cultura Pop A Rigor on Feedio

Podcast Conversa Fiada Matou Carambola


Nesse episódio, comentamos a chegada do Fantástico Jaspion à Terra e a primeira aparição  do arqui-inimigo MacGaren



Participaram deste episódio

@MarcTinoco

@DriTinoco

SIGA O CPR

No Twitter @CulturaPopRigor

No Instagram @cultura_pop_a_rigor

No TIKTOK @CulturaPopRigor

Curta no Facebook

CONHEÇA NOSSA LOJA

Follow Cultura Pop A Rigor on Feedio

 Na playlist de hoje tem: Criolo feat. Tropkillaz, Don Omar feat. Residente, Iggy Azelea feat. Alice Chater, Princess Nokia feat. Baby Tate, The Regrettes, King Princess, Mamamoo, Poppy, St. Vincent, X Ambassadors, Duran Duran, Devin Hoff feat. Sharon Van Etten e Sufjan Stevens feat. Angelo De Augustine



Siga o CPR no Spotify:

Follow Cultura Pop A Rigor on Feedio

A cantora e compositora paulistana Vivi Rocha estreou seu novo single, Amanhã o Sol, nas principais plataformas de streaming, além de clipe no YouTube.

Foto: Otavio Pacheco/ Divulgação


Amanhã o Sol traz a leveza e poesia características do trabalho de Vivi Rocha desde o lançamento de seu debut Entreatos, de 2018. Vinda das cadeiras da música erudita, com atuação como cantora de ópera no Theatro Municipal de São Paulo, a artista também é influenciada pelo jazz, tango e MPB.

Em 2020, Vivi lançou seu segundo trabalho, Impulso, EP que trata da ancestralidade e da força feminina em um convite a honrar nossas raízes e a buscar nelas a força para seguir em frente. Não à toa, o trabalho foi gravado ao lado de duas musicistas, Luciana Romanholi (baixo e guitarra) e Priscila Brigante (bateria e percussão) que reaparecem no novo lançamento Amanhã o Sol.

Em 2021, Vivi realizou uma série de shows online patrocinados pela lei de incentivo Aldir Blanc e ganhou o primeiro lugar na categoria música no prêmio da Comunidade INfluxo, com o single Nossa Terra, lançado em abril em parceria com Tiê Alves. 

Amanhã o Sol indica os caminhos do próximo álbum de Vivi Rocha que está em fase de pré-produção e é assinado por Habacuque Lima (Ludov, Trampolim Estúdio). Participam deste single as já citadas Priscila Brigante e Luciana Romanholi, além do baterista Emílio Martins. Nos synths e violões, os próprios Habacuque Lima e Vivi. Ela também, além dos vocais, toca Rhodes. A direção do clipe de Amanhã o Sol é de Bruno Kott com fotografia de Otávio Pacheco.


Mais sobre Vivi Rocha
Instagram
Youtube
Spotify
Deezer


Follow Cultura Pop A Rigor on Feedio

 Masha

Direção: Anastasiya Palchikova
Elenco: Polina Gukhman, Maksim Sukhanov, Anna Chipovskaya, Polina Gukhman, Aleksandr Mizev.
Russia, 2020


Atualmente sendo exibido no Festival de Cinema Russo no Brasil, o Masha acompanha a personagem-título (Polina Gukhman), uma menina de 13 anos que sonha em ser cantora e passa por episódios comuns a vida da maioria das adolescentes: a primeira menstruação, o primeiro namorado, o primeiro beijo. No entanto, esse coming of age se mistura a um filme de máfia, já que Masha é sobrinha de um gangster local (Maksim Sukhanov).

Masha convive desde pequena com o tio e seu bando, nas festas familiares e no clube de boxe que lhe serve de fachada. Sem compreender a natureza dos negócios do tio ou os perigos que a cercam, para a menina, armas são objetos cotidianos e os capangas, seus melhores amigos.


A passagem de Masha da juventude à vida adulta está conectada a enxergar seu tio como um todo, não apenas aquele fragmento do sujeito bem-humorado e carinhoso, que ele apresenta quando está com a sobrinha. Essa percepção começa a mudar, quando Masha se apaixona por um rapaz que, de inicio, não lhe dá muita atenção. Em um mal-entendido, os empregados do tio, que também agem como uma espécie de babás sem jeito, agridem e mandam o garoto para o hospital.


A partir daí, é como se a lente cor-de-rosa tivesse se partido. A medida que Masha vai amadurecendo, vai percebendo a violência a sua volta. Dessa forma, o filme mostra como a vivência nesse meio afeta o crescimento da jovem. Aliás, muito talentosa a atriz Polina Gukhman, que dá vida à Masha criança, muito bem tanto nas cenas da menina sonhadora e ingênua, como quando percebe o papel de seu tio em uma tragédia que abate a família. 


Vale destacar a montagem do filme e a direção de Anastasiya Palchikova que demonstra brilho em escolhas como iniciar o filme com Masha adulta (Anna Chipovskaya), aparentemente feliz, cantando em uma apresentação, para depois encerrá-lo na mesma sequencia, mas agora sabemos que não se trata de um riso de alegria. Além disso, a fotografia é muito cuidadosa e abrilhanta o filme.


Follow Cultura Pop A Rigor on Feedio

Na playlist de hoje tem: Mamamoo, Zaz, Seori feat Eaj, Lil Nax X, Halsey, Fernanda Abreu feat. Bruno Be, Tove Lo feat. Nora En Pure, Asia Argento feat. DJ Gruff, Kehlani, Sharon Van Etten, Nick Cave and The Bad Seeds, Elza Soares feat. Ney Matogrosso e Jazz Botânico, St. Vincent, NZ RHA feat. Facção Central e Scalene 




Siga o CPR no Spotify:

Follow Cultura Pop A Rigor on Feedio

Oito filmes russos de diferentes gêneros estrearam gratuitamente ontem, dia 16 de setembro



Começou na quinta-feira, dia 16 de setembro, a segunda edição do Festival de Cinema Russo no Brasil, que tem sessões transmitidas pela Supo Mungam Plus, em parceria com a Spcine Play. Para assistir aos filmes gratuitamente, basta acessar o site Supo Mungam Plus e realizar um breve cadastro.

Confira os oito filmes desta segunda edição:

DOUTORA LIZA (Doctor Liza)


Ano: 2020
Gênero: drama biográfico
Direção: Oksana Karas
Elenco: Andrey Burkovskiy, Chulpan Khamatova, Konstantin Khabenskiy, etc.
Duração: 120 min

Sinopse: Um dia na vida de Elizaveta Glinka, filantropa e fundadora do grupo de caridade “Ajuda Justa”. Ela planejava comemorar seus 30 anos de casamento em família, mas mesmo em um dia desses, ela não consegue desligar o telefone. A Doutora Lisa precisa ir à ferroviária para alimentar os sem-teto e visitar o Dr. Shevkunov, um amigo, para pegar morfina e dar a uma criança doente terminal. Por todo esse tempo, ela é vigiada pela polícia, cuja atenção tem sido atraída por essa filantropa extremamente enérgica, há muito tempo.

A HISTÓRIA DE UMA NOMEAÇÃO (The Story of an Appointment)

Ano: 2018
Gênero: drama histórico
Direção: Avdotia Smirnova
Elenco: Evgeni Kharitonov, Aleksei Smirnov, Filipp Gurevitch, Irina Gorbatchova
Duração: 112 min

Sinopse: Uma história pungente e trágica sobre eventos dos quais o próprio conde Liev Nikolaevitch Tolstói é um participante. O tenente da capital, Grigory Kolokoltsev, inspirado por ideias avançadas, é enviado para servir em um regimento de infantaria, no qual ocorre um crime de guerra. O soldado, sobre cujos ombros recai a culpa, enfrenta um tribunal militar. Kolokoltsev pede ajuda ao conde Tolstói, que decide proteger os inocentes. Uma história comovente sobre a complexidade das escolhas e a lealdade aos próprios ideais. Baseada em eventos reais.

KID-E-CATS (Kid-E-Cats)


Gênero: animação
Criada por: Dmitri Vysotsky
Duração: 82 min

Sinopse: “Kid-E-Cats” é uma história sobre o dia a dia, relações e aventuras de três pequenos gatinhos curiosos: o gatinho Cookie, seu irmãozinho Pudim e sua irmãzinha, Candy. Na sua grande família, a vida nunca para: juntos, eles aprendem a expressar suas emoções, a apoiar-se mutuamente e a encontrar saídas para quaisquer situações, mesmo difíceis à primeira vista, com a ajuda da imaginação e dos conselhos dos pais. A série de animação é exibida no Brasil pela TV Cultura e o Festival de Cinema Russo apresenta uma compilação com 5 episódios.

LUTA (Voy)


Ano: 2019
Gênero: documentário
Direção: Maksim Arbugaev
Duração: 78 min

Sinopse: LUTA é um documentário sobre futebol, mas não sobre aquele que estamos acostumados a assistir na TV ou jogar no quintal. É sobre o futebol no qual os jogadores são totalmente cegos. O filme fala sobre a seleção russa paralímpica de futebol para cegos, que se prepara para o evento mais importante de suas vidas, o Campeonato Europeu. A equipe tem apenas um objetivo, ganhar ouro a qualquer custo! Na preparação para o campeonato, o treinador e os jogadores enfrentam obstáculos significativos, que podem colocar seus sonhos em risco.

MASHA (Masha)



Ano: 2020
Gênero: drama
Direção: Anastasiya Palchikova
Elenco: Maksim Sukhanov, Anna Chipovskaya, Polina Gukhman, Aleksandr Mizev
Duração: 84 min

Sinopse: Masha, uma menina de 13 anos, cresceu entre um ringue de boxe e as ruas de uma cidade russa provinciana, nos turbulentos anos 90. Seus amigos mais próximos são jovens que matam, roubam, assaltam e são odiados por toda a cidade. Mas para a menina, são o sal da terra e uma família que a ama e protege. Masha revela interesse pelo jazz e sonha em se tornar cantora. Tempos depois, Masha deixa sua cidade natal e se muda para Moscou, para tentar começar uma nova vida. Mas quando o passado a alcança, Masha se vê obrigada a retornar ao lugar onde passou sua infância. 

NA PONTA (On the Edge)


Ano: 2020
Gênero: ação/ drama
Direção: Eduard Bordukov
Elenco: Svetlana Khodchenkova, Stasya Miloslavskaya, Sergei Puskepalis, Alexey Barabash, etc.
Duração: 115 min

Sinopse: A melhor esgrimista de sabre do mundo, Alexandra Pokrovskaya, é famosa, rica e feliz. Para entrar na história, ela só precisa dar um último passo: conquistar o ouro olímpico. Porém, seu caminho cruza o de Kira Egorova, uma garota provinciana de dezenove anos, que conquista Moscou da noite para o dia. Kira vence todas as competições e não sai das capas de revistas, ocupando o lugar de Pokrovskaya.

PARENTES (The Relatives)


Ano: 2021
Gênero: comédia, drama
Direção: Ilya Aksyonov
Elenco: Sergey Burunov, Irina Pegova, Sergey Shakurov, Semyon Treskunov, Liza Monetochka , Nikita Pavlenko, Katerina Bekker
Duração: 100 min

Sinopse: Certa manhã, um pai de família decide realizar seu sonho de toda a vida: ir com sua família ao Festival Grushinsky para apresentar sua música. A família é forçada a aceitar o desejo de um pai tirano e embarcar em uma viagem por toda a Rússia. No caminho, enfrentam aventuras e vários desafios, passando por uma prova de amor em seu relacionamento, além de um importante encontro, que o pai esperou por vinte anos.

SHEENA 667 (Sheena 667)


Ano: 2019
Gênero: drama
Direção: Grigoriy Dobrygin
Duração: 97 min
Elenco: Yuliya Peresild, Vladimir Svirskiy, Jordan Frye, Yury Kuznetsov, Nadezhda Markina, Pavel Vorozhtsov

Sinopse: A cidade de Vyshny Volochyok tem como características estradas quebradas, neve e neblina. Na periferia, há um centro automotivo onde moram e trabalham o casal Olga e Vadim. Os dois têm um pouco mais de trinta anos, são pessoas simples e sérias, compartilhando alegrias e tristezas um com o outro - até o momento em que na vida deles aparece um intruso: a internet.

Sobre a ROSKINO

A ROSKINO é um órgão estatal que representa a indústria russa de conteúdo audiovisual nos mercados internacionais; uma operadora nacional para a promoção de filmes, séries e animações, bem como para o potencial criativo de talentos russos no exterior e oportunidades de coprodução dentro da Rússia. A ROSKINO também atua como especialista do mercado e conselheira para criadores de conteúdo russo em sua promoção internacional; organiza programas de educação e coaching sob medida para produtores, diretores e atores russos. A ROSKINO promove o conteúdo russo nos principais mercados e festivais internacionais de cinema e organiza o Festival de Cinema Russo no exterior. 

Sobre o Festival de Cinema Russo

O Festival de Cinema Russo é um projeto organizado pela ROSKINO com o apoio do Ministério da Cultura da Federação Russa. O RFF tem como objetivo conhecer os espectadores estrangeiros e apresentar a eles uma variedade de conteúdo russo contemporâneo, de longas-metragens a documentários e animações. Em 2020, o festival foi realizado em quatro países (Austrália, México, Espanha e Brasil) em formato online, reunindo mais de 120 mil espectadores.

Em 2021, o RFF aconteceu na Argentina, Chile, Uruguai, Cazaquistão e Coreia do Sul. Para a indústria cinematográfica russa, este é o primeiro projeto online voltado a um grande público internacional.

Sobre a Spcine Play  

Criada em 2016, a Spcine Play é a primeira plataforma de streaming pública do Brasil. Com uma programação selecionada e gratuita desde o início da pandemia, em março de 2020, hoje são oferecidos ao público mais de 250 títulos, entre filmes e séries, que podem ser acessados de qualquer lugar do Brasil. Deste total, 200 títulos são brasileiros.   

A curadoria exibe filmes das principais mostras e festivais de cinema de São Paulo, ação inédita entre serviços do gênero. O conteúdo fica acessível simultaneamente aos eventos - incluindo os virtuais - e segue disponível na plataforma.

Sobre a Spcine 

A Spcine é uma empresa pública de fomento ao audiovisual vinculada à Secretaria Municipal de Cultura da Cidade de São Paulo. Atua como um escritório de desenvolvimento, financiamento e implementação de programas e políticas para os setores de cinema, TV, games e novas mídias. Seu objetivo é reconhecer e estimular o potencial econômico e criativo do audiovisual paulista e seu impacto em âmbito cultural e social.

Parceiro de mídia

Russia Beyond é parceira de mídia para o Festival de Cinema Russo no Brasil – é a principal porta de entrada para a Rússia – seja em cultura, viagens, educação, idioma, negócios e muito mais.  Descubra mais em rbth.com.

SERVIÇO:
FESTIVAL DE CINEMA RUSSO/ RUSSIAN FILM FESTIVAL
DE 16 de Setembro a 10 de Outubro
Parceria ROSKINO e Spcine  
Exibições Gratuitas: SUPOMUNGANPLUS


Follow Cultura Pop A Rigor on Feedio