Motoqueiro Fantasma: O Espirito de Vingança

Ghost Rider: The Spirit of Vengeance
Direção: Brian Taylor e Mark Neveldine
Elenco: Nicolas Cage, Idris Elba, Ciarán Hinds, Violante Placido
EUA, 2012



O primeiro filme do Motoqueiro Fantasma errava no clima leve, nos vilões (Pareciam uma boy band emo liderada pelo Luan Santana das trevas) e pela tentativa frustrada de parecer um western. Motoqueiro Fantasma – O Espirito da Vingança é um pouco mais o que se espera de um filme com o motoqueiro. Clima sombrio (no nível que ainda garante uma classificação etária baixa, claro), visual sujo e uma trilha com inspiração roqueira. A caveira flamejante não está mais lustradinha como no longa-metragem de Mark Steven Johnson (do fraquíssimo Demolidor – O Homem Sem Medo)

Não havia dúvida que a dupla Mark Neveldine e Brian Taylor se sairia melhor. São bem mais talentosos que Johnson e seu estilo caia como uma luva para uma história de Motoqueiro. Finalmente o espirito da vingança pode ser visto em cenas de perseguições de tirar o fôlego, quase inexistentes no filme anterior.


Neveldine e Taylor entregam uma fita de ação enxuta e direta que não perde tempo com clichês típicos de filmes de super-heróis. Não há, por exemplo, interesses românticos pouco inspirados ou cenas e personagens que não acrescentam nada e só serviriam para inchar o filme. Um sabor trash divertido ainda permeia todo o longa

No elenco, Nicolas Cage é um Johnny Blaze mais calejado, insano e cool. Idris Elba se destaca no papel do padre que gosta de tomar umas e, se Eva Mendes não está presente, tem Violante Placido embelezando a correria. Há ainda uma ponta bizarra de Christopher Lambert e Ciarán Hinds fazendo um capeta mais canastra que o de Peter Fonda

Quem já viu os filmes da dupla de Adrenalina sabe o que esperar. É um filme de ação vertiginosa. Foco na correria sem perder tempo tentando tornar um anti-herói em um fofo, como o primeiro.




Espalhe:

Marc Tinoco

Post A Comment:

0 comments so far,add yours